Luciana Genro

Facebook Site Youtube Twitter Whatsapp Instagram

“Como deputada eu sempre coloquei meus mandatos a serviço do povo. Lutei contra a exploração e a corrupção. Denunciei o machismo, a LGBTfobia e o racismo. Enfrentei governos que atacaram os direitos dos servidores, aposentados, juventude e trabalhadores. Agora peço o teu voto para continuar estas lutas!”

Luciana Genro

 

Em 2011, quando deixou de ser deputada, Luciana seguiu firme na luta. Como dirigente do PSOL seguiu apoiando as lutas, greves e mobilizações, como em junho de 2013, quando esteve lado a lado da juventude que enfrentou a repressão para reivindicar mais direitos e democracia real.

Fundou o Emancipa, ONG de educação popular. O cursinho gratuito para jovens de baixa renda teve, em 8 anos, mais de 500 alunos ingressando na universidade.

Criou a Emancipa Mulher, escola de formação feminista e antirracista que promove cursos, palestras e debates, lutando pelo empoderamento das mulheres e pelo combate à violência e ao machismo.

Inaugurou a Casa Emancipa, no bairro Restinga, um espaço que abriga projetos de educação, esporte, cultura, de enfrentamento ao racismo e pelos direitos das mulheres e LGBTs, com a realização da 1a LGBTinga. O Emancipa também promove a cultura popular. Em Porto Alegre, patrocinou o festival de Rap Zumbi dos Palmares, com a presença do MV Bill, e junto com o coletivo Embolamento Cultural apoia e realiza eventos de Rap no Estado.

Luciana foi candidata a presidente em 2014, mostrando mais uma vez que não foge do debate e tem coerência e coragem para defender as pautas que acredita. Foi a primeira presidenciável do Brasil a levar a luta contra a homofobia, a transfobia e o machismo para os debates nacionais.

Defendeu uma reforma tributária para taxar os milionários e os bancos e aliviar a classe média e os trabalhadores. Defendeu mais investimentos em moradia, educação, saúde e segurança. Defendeu a auto-organização dos trabalhadores e da juventude para, através da mobilização, conquistar direitos.

Luciana Genro quer voltar à Assembleia Legislativa para seguir ao nosso lado com projetos de lei e de luta.

Vote em quem não se rende e não se vende!

Luciana é mulher de luta, com as mãos limpas!