Luciana Genro

Funcionalismo Estadual

O governo Sartori declarou guerra aos servidores estaduais. Professores, policiais, delegados, enfermeiros, médicos, enfim, todo o funcionalismo estadual sofreu os efeitos da decisão política do governo de parcelar os pagamentos e impor arrocho salarial. A relação estabelecida foi, de fato, extremamente violenta: atos dos servidores em defesa de seus direitos legítimos foram duramente reprimidos. O governo foi fiel à sua lógica de destruição do serviço público estadual ao atacar os servidores.

O governo estadual deve aproveitar a inteligência e a memória dos servidores para aprimorar os serviços oferecidos à população. Valorizar os servidores é essencial para isso, criando uma inteligência institucional que perpassará diversos governos, beneficiando a população como um todo. O pagamento dos salários deve ser feito em dia, pois é ele que dá dignidade a essas pessoas. Ninguém terá motivação para trabalhar se estiver o tempo todo pensando como fará para suprir suas necessidades básicas.

Nosso governo não será inimigo dos servidores, mas seu aliado. Nossas políticas serão definidas em conjunto com os trabalhadores, de maneira democrática, de modo a aproveitar ao máximo a capacidade dos servidores públicos gaúchos.

SAÚDE DO TRABALHADOR

O Estado do Rio Grande do Sul deve ter mais atenção à saúde de seus trabalhadores, inclusive aqueles que cuidam da saúde. A estruturação de Centros de Atenção à Saúde do Trabalhador deve ser uma prioridade, com incentivo aos municípios em articulação de complementaridade do Sistema Único de Saúde.

Prioridades e compromissos:

  • Pagamento em dia dos vencimentos dos servidores estaduais como prioridade de governo.
  • Reposição anual da inflação e recomposição gradual das perdas acumuladas.
  • Estimular a capacitação para a gestão dos funcionários de carreira a fim de promover uma inversão na atual lógica de ocupação das chefias por cargos comissionados.
  • Elaboração de lei que regulamente as normas de saúde e segurança no trabalho.
  • Construção das políticas públicas para o Estado em conjunto com os servidores.
  • Estruturação de Centros de Atenção à Saúde do Trabalhador.