Sessão Extraordinária
Sessão Extraordinária

| Notícias

Estou lutando para aprovar o projeto que cria, em caráter de excepcionalidade, abono salarial aos trabalhadores da saúde de Porto Alegre por serviços prestados no combateà pandemia de COVID-19. A proposta, que já tramita nas comissões, prevê o pagamento de pelo menos um salário mínimo.

Muitas vezes, a Câmara dos Vereadores aprova projetos que não têm importância prática para defender os trabalhadores da saúde. Os trabalhadores precisam é de valorização real. Este é o sentido do projeto de lei que apresentei. O recurso viria do cancelamento do pagamento de juros, encargos e amortização da dívida pública, cuja previsão de despesa é de R$ 311 milhões até o final de 2020.

A previsão do pagamento seria agosto. Mas a Câmara, por sua maioria a favor da política burguesa, é lenta quando se tratam de projetos em prol dos trabalhadores. Então, farei emenda para que dezembro seja o prazo máximo. Fomos derrotados na CCJ e na CEFOR mas ganhamos na COSMAN, comissão da saúde e meio ambiente, e devemos ganhar também na CUTHAB.

Essa é uma luta que vale a pena.