| Notícias

Em mais uma tentativa de evitar que as famílias do Mato Sampaio, no bairro Bom Jesus, percam suas casas, fomos a 7ª Vara Cível da Fazenda Pública para entregar requerimento à juíza Vera Letícia de Vargas Stein.

É um pedido para que seja reconsiderada a decisão liminar que obriga as famílias a deixarem uma área que ocupam há mais de 30 anos para que seja construída uma praça, obra que está prevista como contrapartida a um empreendimento imobiliário da Construtora Rossi.

Nosso pedido é motivado pelo apelo que a comunidade fez à Comissão de Urbanização, Transporte e Habitação (Cuthab). As comissões de Saúde e também a de Finanças. Devemos entregar um requerimento semelhante ao Desembargador Gelson Rolim Stocker, do TJRS, que decidiu pela reintegração.