| Notícias

A arbitrariedade da prefeitura fez a Ocupação Baronesa, no Menino Deus, mais uma vez o alvo. As cerca de 10 pessoas que resistiam no local foram surpreendidas com a demolição dos prédios na manhã desta quinta-feira (18).

Levaram dos moradores os pallets, doados pela população, e os colchões, que serão entregues somente na manhã de sexta-feira (19) para que não tenham como dormir no local. Perversidade.

Parte dos pertencer dessas pessoas foi levado para um depósito no Santana, mas outra parte ficou com destino incerto. Há anos, o direito à moradia digna é desrespeitado em Porto Alegre e vem, com o governo Marchezan, sendo tratado como uma luta criminosa.

No vídeo abaixo, a advogada Clarice Zanini, que acompanha a Ocupação Baronesa, expõe o drama desta manhã e as falsas esperanças nutridas por conversas com a prefeitura que, ao que se vê, foram enganosas.